banner destaque

Líder 2030 Talks: Cenários e tendências de sustentabilidade pós-coronavírus

Em formato de Web Fórum, o Líder 2030 Talks reuniu 10 líderes corporativos para falar sobre sustentabilidade pós-coronavírus

05/05/2020 09:55

Nos últimos dias 7 e 8 de maio, a consultoria Ideia Sustentável realizou o tradicional evento da Plataforma Liderança com Valores - o Líder 2030 Talks - em formato de Web Fórum. O encontro reuniu, em dois painéis, 10 executivos e líderes empresariais para discutir cenários e tendências de sustentabilidade durante e após a pandemia de Covid-19.

O formato online para eventos corporativos segue as recomendações dos órgãos de saúde, que sugerem o isolamento social como a melhor forma de prevenir a contaminação do coronavírus. Isolados em suas casas, os líderes convidados discutiram, sob mediação do consultor Ricardo Voltolini, o cenário de retomada das atividades econômicas pós-pandemia e como o conceito de sustentabilidade se fortalece nesse período. Mesmo à distância e com algumas instabilidades previstas pelo formato online, o Líder 2030 Talks cumpriu com a mesma qualidade dos eventos presenciais da Plataforma Liderança com Valores.

Contudo, o grande diferencial apontado pelos participantes do encontro foi a possibilidade de interação ao vivo, que permitiu comentários que expandiram as discussões apresentadas pelas lideranças e o envio de perguntas direcionadas, pela equipe da Ideia Sustentável, aos líderes convidados.

Faça aqui a avaliação do Web Fórum Líder 2030 Talks.

O tema tem sido abordado por especialistas de sustentabilidade - e Voltolini lidera as discussões no Brasil sobre o assunto, que também pode ser conferido no podcast da Ideia Sustentável.

Clique para ouvir o podcast Ideia Sustentável no Spotify

Confira a seguir um resumo de como foi cada painel do Web Fórum Líder 2030 Talks:

Painel 1

O primeiro painel do Líder 2030 Talks aconteceu no dia 07 de maio e contou com 5 convidados.

Assista ao primeiro painel na íntegra:

Joanes Ribas | Vivo

De acordo com Joanes Ribas, diretora de Sustentabilidade da Vivo, manter a conectividade se mostrou essencial nesse período de pandemia e isolamento social, pois garante não só condições para muitas empresas continuarem funcionando mas também para que as pessoas se sintam mais próximas umas das outras.

"Criar condições para manter as pessoas conectadas e informadas durante a crise é uma missão essencial. Além disso, é preciso conectividade para garantir as atividades básicas de trabalho e comunicação e, também, para aproximar pessoas"

Para Joanes, depois de necessidades básicas como alimentação, saúde e habitação, estar conectadas e se comunicar é essencial para as pessoas.

Jorge Soto | Braskem

Para o diretor de Sustentabilidade da Braskem, Jorge Soto, as pessoas precisam estar no centro do propósito da empresa, e saúde e segurança devem fazer parte dos valores da companhia.

"As experiências das pessoas e das empresas nesse momento trarão consequências, e me arrisco a dizer três possíveis: o aumento da empatia, o entendimento da interdependência, e soluções construídas coletivamente"

De acordo com Soto, existem diversas situações que assolam o mundo diariamente, como a fome, sede, desnutrição, violência, doenças variadas, entre outras. Contudo, o momento atual de pandemia coloca todas as pessoas em uma situação de vulnerabilidade, devido ao medo de adoecer e até morrer. Essa experiência pode levar as pessoas a terem, no momento pós-pandemia, mais empatia com as que vivem nas mais diferentes adversidades.

Carla Crippa | Ambev

A Ambev tem se destacado em diferentes frentes de combate ao coronavírus, e a vice-presidente de Assuntos Corporativos da Cervejaria Ambev, Carla Crippa, comenta sobre essas ações e sobre o propósito da empresa de gerar impacto positivo para a sociedade.

"Os pilares de ética e governança suplantaram o de qualidade de produto e serviço para a reputação das empresas."

Além disso, para Crippa a transparência é fundamental em momentos de crise, pois as pessoas desejam informações verdadeiras sobre a situação. E complementando a questão de empatia levantada por Jorge Soto, Carla afirma que o líder empático é um modelo de liderança que veio para ficar.

Rodolfo Sirol | CPFL | Pacto Global

Rodolfo Sirol, diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade da CPFL e presidente da Rede Brasil do Pacto Global, explicou como a pandemia tem sido um desafio global para a sociedade e, também, para a continuidade dos negócios. A situação não estava prevista no planejamento das empresas, e essa discussão tem sido levantada nas reuniões do Pacto Global.

"O conceito de valor compartilhado é o que temos vistos nas ações empresariais contra o coronavírus. Isso vai além de simples doações. É um grande engajamento a favor da humanidade"

Segundo Rodolfo, o momento não é home-office. As pessoas e empresas que podem o fazem como forma de continuar o negócio, mas a situação é grave, pois se trata de uma quarentena devido à epidemia. Sirol também reforça a importância da conectividade como valor para a sociedade e destaca o fortalecimento de temas como saúde e segurança como tendência de sustentabilidade.

Daniela Gentil | Ultragaz

Já para Daniela Gentil, gerente de Sustentabilidade da Ultragaz, a principal tendência para o período pós-crise é a transformação social e individual, com valorização de temas como família, espiritualidade, fé, contato pessoal, empatia. E isso irá impactar na forma de se fazer negócios. Será um novo tipo de consumidor, de cliente, de funcionário.

"Empresas precisam apoiar as pessoas não apenas de forma pontual, nas crises... é preciso sair do emergencial - quando ficamos mais sensíveis - e ir além"

As corporações deverão ter um olhar mais atento para as pessoas, para as necessidades da sociedade. Daniela Gentil afirma ter se surpreendido com a quantidade de pessoas que pediram auxílio do governo, pois mostra a realidade do país.

Painel 2

O segundo painel aconteceu no dia 08 de maio, e também contou com a participação de 5 líderes corporativos convidados.

Assista ao segundo painel na íntegra:

Denise Hills | Natura

Denise Hills, diretora global de Sustentabilidade da Natura, falou sobre a importância de se trabalhar e agir em parcerias, e como isso pode se tornar um grande aprendizado, tanto para as empresas quanto para as pessoas.

"Reaprendemos o que significa trabalho e liderança - e como pessoas e empresas podem se unir para resolver problemas da sociedade em parceria"

Para Denise, o cenário mostrou que é possível que pessoas, empresas e demais instituições se juntem para resolver os problemas da sociedade, criando uma rede de relações e de mobilização.

Eunice Lima | Novelis

Para Eunice Lima, diretora de Comunicação e Relações Governamentais da Novelis, a governança sólida, com ética, transparência e integridade, se tornou mais forte. É preciso, mais do que nunca, liderar com valores, segundo Eunice.

"Estamos reaprendendo a valorizar coisas simples e relações humanas, em vez do consumismo: podemos viver com menos"

A líder reforçou a importância dos valores, essenciais para o atual momento e para o cenário pós-pandemia. As empresas precisarão viver seus valores e ter o seu propósito como norte, pois aumenta-se a importância da confiança, respeito e solidariedade.

Sonia Favaretto | GRI Brasil

Sonia Favaretto, presidente do Conselho Consultivo da GRI Brasil, participou da edição de 2019 do CEO com Propósito, no qual abordou o papel da liderança na tomada de decisões e a importância do olhar para pessoas. A líder também levou essa questão para o Líder 2030 Talks.

"O momento revela a importância da humanização, da interconexão. As questões não são separadas, não podemos dividir o mundo em 'caixinhas'. Também temos a necessidade de prestar contas à sociedade e reconstruir o mundo, privilegiando a agenda verde"

Além disso, Sonia afirmou ser fundamental um líder agir com transparência, conhecendo profundamente o que a empresa está fazendo, pois a transparência é um valor importante em um mundo interconectado - e a crise atual revelou o poder da interconexão, estando todas as questões interligadas. Para a líder, o momento também tornou as pessoas mais humanas e preocupadas com a sustentabilidade.

Ana Maria Macedo | Banco do Brasil

Gerente executiva de Sustentabilidade do Banco do Brasil, Ana Maria Macedo falou sobre o papel das instituições financeiras em momentos de crise, como o da pandemia de Covid-19. Para Ana Maria, é urgente repensar o modelo de trabalho e de negócios.

"Quando trazemos aspectos de governança e responsabilidade social e ambiental à estrategia de negócios, podemos contribuir na construção de uma economia sustentável e inclusiva. Precisamos devolver valor à sociedade, em forma de impacto positivo, e cuidar do que é valioso para as pessoas"

De acordo com Macedo, as empresas precisam se engajar para atender às necessidades da sociedade e reduzir a desigualdade social.

Marcos Bicudo | Vedacit

Para Marcos Bicudo, presidente da Vedacit, as pessoas precisam estar no centro do propósito das empresas. Assim, fomenta-se a sua capacidade de gestão, de forma mais humanizada, e de construção de um futuro melhor, mais focada no 'como fazer' que no 'o que fazer'.

"A crise expõe a vergonha como país na falta de condições sanitárias, de saneamento, de soluções saudáveis. Precisamos de uma visão humanizada, com abordagem sistêmica, com água e saneamento para todos"

Apesar de importante a campanha de conscientização para que as pessoas fiquem em casa, a situação revela a desigualdade existente no Brasil, pois muitas pessoas não têm casa, ou não as têm em condições necessárias de energia, água e saneamento. De acordo com Marcos Bicudo, o momento pode significar uma janela de oportunidade de mudança positiva para o Brasil e para o mundo - com aumento de investimento em saneamento e moradias adequadas, levando o ser humano para o centro, em uma abordagem mais sistêmica.

Novo artigo de Ricardo Voltolini

Durante o Líder 2030 Talks, Ricardo Voltolini escreveu um novo artigo com algumas das ideias discutidas no encontro.

O consultor aponta, no artigo, cinco tendências de sustentabilidade para o momento.

Leia na íntegra: Cinco tendências de sustentabilidade para checar até o fim de 2020

Compartilhar:
Patrocinador Bronze Sodexo Ultragaz Cervejaria Ambev